Gestão financeira

O que são despesas operacionais e como controlá-las

O que são despesas operacionais e como controlá-las

22 de abr. de 2024

por Flavio Logullo

Despesas operacionais são custos que uma empresa investe para manter suas atividades diárias, mas muitas vezes são confundidas com custos operacionais. Enquanto ambos são vitais para as operações empresariais, eles têm definições e implicações fiscais distintas que são cruciais para uma gestão financeira eficaz.

Despesa Operacional não é Custo Operacional

A principal confusão no mundo empresarial gira em torno da diferenciação entre despesas operacionais e custos operacionais. 

Enquanto as despesas operacionais cobrem as necessidades administrativas e de suporte geral da empresa—como aluguel de escritório, salários da equipe administrativa, e custos de marketing—os custos operacionais estão diretamente ligados à produção de bens e serviços da empresa, como matéria-prima e mão-de-obra direta na linha de produção.

Essa distinção é crucial para a contabilidade e planejamento fiscal da empresa. Despesas operacionais são dedutíveis de outras maneiras em relação aos custos operacionais, e uma classificação errada pode levar a relatórios financeiros imprecisos e possíveis problemas legais com as autoridades fiscais.

Exemplos de Despesas Operacionais

Exemplo 1: Empresa de Tecnologia

  • Salários de Desenvolvedores: Apesar de essenciais para o desenvolvimento de produtos, são considerados despesas operacionais porque suportam as operações contínuas e não estão diretamente ligados a um projeto específico.

  • Custos com Licenças de Software: Utilizados na gestão da empresa, esses custos são recorrentes e não vinculados diretamente aos produtos vendidos.

Exemplo 2: Restaurante

  • Salários do Pessoal Administrativo: Inclui salários de gerentes, pessoal de marketing que trabalha para promover o restaurante, mas não está envolvido na produção direta de serviços de alimentação.

  • Marketing e Publicidade: Embora essenciais para atrair clientes, são classificados como despesas operacionais pois não estão vinculados diretamente à produção de alimentos.


Esta clara distinção ajuda a evitar confusões e a garantir que a gestão financeira seja eficaz, transparente e conforme com as regulamentações fiscais.

Qual Relatório Mede Despesas Operacionais?

O relatório que mede as despesas operacionais é conhecido como Demonstrativo de Resultados do Exercício (DRE). Este documento é essencial para qualquer negócio, pois oferece uma visão clara e compreensiva de todas as receitas, custos e despesas ocorridas durante um período específico. 

No DRE, as despesas operacionais são listadas separadamente dos custos de produção, permitindo aos gestores e analistas financeiros avaliar o impacto desses gastos na lucratividade geral da empresa. Utilizando este relatório, é possível fazer uma análise detalhada sobre como as despesas operacionais estão sendo administradas, identificar áreas de ineficiência e implementar estratégias para melhorar o desempenho financeiro do negócio.

Como Otimizar Despesas Operacionais?

Para melhorar a gestão financeira e reduzir as despesas operacionais sem comprometer a qualidade ou eficiência da empresa, considerar as seguintes estratégias pode ser extremamente benéfico:

Revisão de Contratos

Analise e renegocie contratos de serviços e aluguéis para reduzir custos. Freqüentemente, melhores taxas podem ser negociadas com base na lealdade do cliente ou em mudanças de mercado.

Automatização de Processos

Implemente tecnologia para automatizar tarefas repetitivas, reduzindo o erro humano e economizando tempo. Sistemas de gestão integrados podem diminuir significativamente a necessidade de entrada manual de dados, tornando as operações mais eficientes.

Outsourcing de Funções Não Essenciais

Considere externalizar funções que não são críticas para o núcleo do negócio, como limpeza, manutenção e algumas funções administrativas. Isso pode reduzir custos operacionais significativos e permitir que a equipe se concentre em áreas mais estratégicas.

Eficiência Energética

Invista em soluções para reduzir o consumo de energia, como lâmpadas de LED, equipamentos de baixo consumo e melhor isolamento térmico. Reduzir as despesas com energia pode ter um impacto substancial nas despesas operacionais.

Gerenciamento de Inventário

Mantenha o inventário enxuto e otimize a logística para evitar excesso de estoque que pode aumentar os custos de armazenamento e potencialmente levar a desperdício.

Monitoramento Contínuo

Estabeleça um sistema de revisão regular para todas as despesas operacionais. Use softwares de gestão financeira para analisar e monitorar esses custos em tempo real, permitindo intervenções rápidas quando necessário.

Essas abordagens não apenas ajudam a reduzir os custos operacionais, mas também promovem uma operação mais ágil e adaptável, essencial em um ambiente de negócios dinâmico.

Como gerenciar melhor seus Custos Operacionais com o Granatum

Monitoramento em Tempo Real

O Granatum proporciona um acompanhamento contínuo e detalhado de todas as transações financeiras. Isso permite aos gestores uma visão atualizada dos custos operacionais, facilitando a identificação rápida de qualquer desvio dos padrões esperados e permitindo ajustes proativos.

Categorização Avançada de Despesas

Utilize a funcionalidade de categorização detalhada do Granatum para separar despesas em categorias específicas automaticamente. Isso ajuda a analisar precisamente onde os recursos estão sendo alocados e identificar áreas potenciais para redução de custos.

Relatórios Automatizados e DRE

O Granatum automatiza a criação de relatórios financeiros, incluindo o Demonstrativo de Resultados do Exercício (DRE), que é crucial para a análise de custos operacionais. Esses relatórios fornecem insights valiosos sobre a eficiência operacional e a lucratividade da empresa, apoiando decisões estratégicas baseadas em dados concretos.

Planejamento e Controle Orçamentário

Com ferramentas de planejamento orçamentário integradas, o Granatum permite que você estabeleça e monitore metas financeiras específicas. Isso não só ajuda a manter os custos operacionais sob controle mas também garante que eles estejam alinhados com os objetivos financeiros globais da empresa.


Utilizando essas capacidades avançadas, o Granatum ajuda a transformar o gerenciamento de custos operacionais de uma atividade reativa para uma parte estratégica da administração financeira, promovendo uma maior eficiência e maximizando a lucratividade.