Gestão financeira

Como fazer gestão financeira em uma ONG

Como fazer gestão financeira em uma ONG

22 de abr. de 2024

por Flavio Logullo

Entender a gestão financeira é crucial para qualquer ONG que deseje prosperar e continuar sua missão. Equilibrar receitas e despesas operacionais é essencial para manter a organização funcionando de forma sustentável.

Nossa experiência com várias ONGs aqui no Granatum mostra que uma administração financeira eficaz é mais do que pagar contas; ela também constrói confiança com os doadores e stakeholders. Quando a organização demonstra que é capaz de gerir bem os recursos, ela fortalece relações e garante suporte contínuo.

Além disso, planejar com prudência permite que as ONGs enfrentem desafios futuros sem comprometer sua estabilidade financeira. Isso envolve não apenas gerenciamento de custos, mas também planejamento estratégico para usar os recursos mais eficientemente.

Finalmente, uma boa estratégia financeira atua como uma rede de segurança em tempos de crise. Saber como e onde economizar, sem cortar atividades essenciais, pode ser crucial para sobreviver em períodos econômicos difíceis, garantindo que a missão da ONG continue a ser uma força para o bem.

Princípios Básicos da Gestão Financeira de ONGs

A gestão financeira é vital para qualquer ONG que deseja manter sua operacionalidade e alcançar seus objetivos. Com recursos frequentemente limitados, é crucial que estas organizações mantenham um controle rigoroso sobre suas finanças para garantir sustentabilidade a longo prazo.

Orçamentação Cuidadosa

Uma gestão financeira eficaz começa com uma orçamentação cuidadosa. É essencial planejar e monitorar todas as receitas e despesas meticulosamente. Isso ajuda a evitar déficits e assegura que os recursos limitados sejam utilizados da maneira mais eficiente possível.

Controle de Fluxo de Caixa

Manter um controle estrito do fluxo de caixa é crucial. Um fluxo de caixa bem gerido permite que a ONG opere dentro de suas capacidades financeiras e evite surpresas desagradáveis que poderiam comprometer suas atividades.

Auditoria e Transparência

A transparência financeira não só fortalece a confiança dos doadores e stakeholders mas também cumpre com requisitos legais e éticos. Implementar práticas de auditoria regulares garante que os processos financeiros sejam claros e abertos a verificações.

Gestão de Projetos e Fundos

ONGs frequentemente lidam com fundos que são especificamente alocados para determinados projetos. Gerenciar esses fundos com precisão é fundamental para manter a integridade e a confiança na organização.

Relatórios Detalhados para Doadores

Produzir relatórios detalhados é essencial para demonstrar aos doadores como seus recursos estão sendo utilizados. Uma contabilidade detalhada e precisa ajuda a manter a transparência e a confiança dos financiadores.

Cada aspecto destes princípios básicos e desafios específicos desempenha um papel crucial na gestão financeira de uma ONG, garantindo que ela possa continuar a realizar seu trabalho valioso de forma sustentável e responsável.

Erros Comuns na Gestão Financeira de ONGs

A gestão financeira de uma ONG pode ser desafiadora, e erros comuns podem comprometer a sustentabilidade e eficácia da organização.

Falta de Planejamento Orçamentário

Um dos erros mais graves é não ter um orçamento detalhado. Isso pode levar a gastos excessivos ou subutilização de recursos, afetando diretamente a capacidade da ONG de cumprir sua missão.

Gerenciamento Ineficaz do Fluxo de Caixa

Outro ponto crítico é o gerenciamento inadequado do fluxo de caixa. Falhas em monitorar o fluxo de caixa podem resultar em situações onde não há fundos disponíveis para atividades essenciais.

Não Separar Contas

Muitas ONGs cometem o erro de não separar contas pessoais das contas da organização. Isso pode criar confusão financeira e problemas legais com a prestação de contas.

Ignorar a Necessidade de Reservas

Não criar um fundo de reserva é um risco enorme. Sem uma poupança para emergências, qualquer imprevisto pode colocar a continuidade dos projetos em perigo.

Falha na Transparência e na Prestação de Contas

A falta de transparência com doadores e stakeholders pode diminuir a confiança e resultar em perda de financiamento. É vital manter todos informados sobre como os recursos estão sendo utilizados.


Cada um desses erros pode ser evitado com práticas de gestão financeira mais rigorosas e um planejamento cuidadoso. Empregar ferramentas adequadas como software de gestão financeira pode também ajudar a minimizar esses riscos, garantindo que a ONG possa focar mais em suas atividades principais e menos em problemas financeiros.

Como o Granatum Auxilia na Gestão Financeira de ONGs

O Granatum tem se tornado uma ferramenta valiosa para ONGs, ajudando-as a gerir suas finanças com maior eficiência e transparência. Graças a suas funcionalidades robustas, muitas organizações são introduzidas ao Granatum através de recomendações de outras ONGs satisfeitas.

Recursos do Granatum para ONGs

O Granatum oferece uma série de funcionalidades projetadas especialmente para atender às necessidades de gestão financeira de ONGs, garantindo eficiência, transparência e controle rigoroso de orçamentos.

Automatização de Entradas e Integração Bancária

Este recurso minimiza erros humanos e atualiza o fluxo de caixa automaticamente, refletindo todas as transações em tempo real. Isso é essencial para manter a integridade financeira e facilitar o acompanhamento de fundos.

Relatórios em Tempo Real e Categorização Personalizável

Com capacidade de gerar relatórios detalhados instantaneamente, o Granatum permite uma organização e análise financeira precisa. A funcionalidade de categorização personalizável é crucial para manter a transparência com doadores, mostrando exatamente como os fundos estão sendo utilizados.

Controle de Gastos e Ganhos no Fluxo de Caixa

O Granatum ajuda a monitorar e gerenciar os gastos e ganhos, proporcionando uma visão clara da saúde financeira da ONG. Isso permite ajustes proativos no orçamento e ajuda a evitar déficits.

Planejamento Orçamentário Avançado

Utilize ferramentas de planejamento orçamentário para definir e acompanhar metas financeiras específicas para diferentes projetos ou atividades dentro da organização. Esta organização ajuda a assegurar que todos os projetos sejam financiados adequadamente sem comprometer os recursos de outras áreas.

Classificação em Categorias e Centros de Custo

Essencial para ONGs que operam múltiplos projetos, esta funcionalidade permite atribuir custos e receitas a categorias específicas ou centros de custo, facilitando a análise financeira por projeto e melhorando a alocação de recursos.

Automação de Cobranças para Doadores Recorrentes

Automatize o processo de cobrança para doações recorrentes, reduzindo significativamente o tempo gasto em administração financeira. Esta eficiência não apenas melhora a experiência do doador, mas também assegura uma fonte de receita estável para a organização.

Parceria com a ONG Base Colaborativa

Uma parceria significativa é a com a Base Colaborativa, onde o Granatum assumiu a gestão financeira completa através do serviço Granatum BPO. Isso permitiu à Base focar em sua missão principal enquanto confia as operações financeiras a especialistas.

Rafael Maretti, Diretor Executivo da Base Colaborativa, compartilha:

“É uma paz poder contar com um olhar mais experiente e uma execução operacional, tudo em um pacote.”

Este feedback destaca a eficácia do Granatum em simplificar e profissionalizar a gestão financeira, reforçando a capacidade das ONGs de se dedicarem totalmente ao seu trabalho comunitário.